Doença celíaca e alimentos permitidos em uma dieta isenta de glúten

0 Comentários // em Alimentação da Criança Alimentação do Adolescente Eventos // 14 de junho de 2011

Muitas crianças têm alergia a algum tipo de alimento, geralmente corantes, ou ao leite, por exemplo. Pense, então, numa intolerância a um produto que está presente em vários alimentos, os mais comuns no nosso dia a dia, como pão, macarrão, biscoitos, bolos e mingaus. Este elemento é o glúten, uma proteína presente no trigo, no centeio, na aveia, na cevada e no subproduto da cevada – o malte. A parte tóxica do glúten para o celíaco é chamada de prolamina, que corresponde a 50% da proteína do glúten que não se dissolve na água e que é solúvel no etanol.

Para a criança apresentar intolerância ao glúten ela precisa ter dois fatores:
1 – predisposição genética, isto é, nascer com chance de desenvolver esta intolerância;
2 – comer alimentos que contenham glúten. Esta intolerância é para a vida toda e acontece, principalmente, porque o glúten danifica o intestino delgado e com isso prejudica a absorção dos nutrientes dos alimentos.

Alimentos permitidos na dieta isenta de glúten

CEREAIS: arroz, milho, painço e os pseudocereais quinoa, amaranto, trigo sarraceno.

FARINHAS e FÉCULAS: farinha de arroz, amido de milho (tipo “maisena”), fubá, farinha de mandioca, fécula
de batata, farinha de soja, polvilho, araruta, flocos de arroz e milho.

MASSAS: feitas com as farinhas permitidas.

VERDURAS, FRUTAS E LEGUMES: todos, crus ou cozidos.

LATICÍNIOS: leite, manteiga, queijos e derivados (se não houver intolerância à lactose).

GORDURAS: óleos e azeites.

CARNES: bovina, suína, frango, peixes, ovos e frutos do mar.

GRÃOS: feijão, lentilha, ervilha, grão de bico, soja.

SEMENTES OLEAGINOSAS: nozes, amêndoas, amendoim, castanhas da Amazônia e caju, avelãs, macadâmias, linhaça, gergelim, abóbora, etc.

OBS: Dependendo da fase do tratamento, o tipo de leite, açúcar e gordura são especiais. Siga rigorosamente as recomendações do seu nutricionista.