Dez alimentos para Gestantes

0 Comentários // em Alimentação da Gestante Eventos // 21 de junho de 2011

Você não precisa e nem deve dobrar a quantidade de comida ingerida, mas fique atenta à qualidade da sua alimentação nessa fase tão especial. Além de garantirem o desenvolvimento do bebê, alguns alimentos ajudam a aliminar sintomas desagradáveis, como inchaço, insônia e prisão de ventre, e a diminuir o risco de doenças graves como hipertensão e diabetes gestacional.

1. Salmão
Além de ser uma delícia, é rico em ômega 3, que tem ação anti-inflamatória e protege contra a hipertensão. Contribui ainda para a formação neurológica, cerebral e pulmonar do feto e estimula seu crescimento.
Dose certa: 1 filé duas vezes por semana, grelhado, assado ou cozido no vapor.

2. Aveia em flocos
Contém fibras solúveis, que previnem a constipação intestinal, auxiliam no controle dos níveis de açúcar no sangue e na prevenção do diabetes gestacional.
Dose certa: de 1 a 2 colheres (sopa) com iogurte desnatado, diariamente, antes de dormir, o que vai evitar quedas de açúcar no sangue no período noturno.

3. Leite
Fonte de cálcio, o leite é importante para o desenvolvimento ósseo do bebê, a formação dos dentes e a regulação da coagulação sanguínea, dos impulsos nervosos e dos batimentos cardíacos do pequeno. A mulher, por sua vez, se protege contra a osteoporose e a pré-eclampsia.
Dose certa: cerca de 1 litro de leite integral todos os dias.

4. Linhaça
Seus pontos fortes são as fibras e o ômega 6, que diminuem o colesterol ruim, ajudando a prevenir inchaços, prisão de ventre, ganho excessivo de peso e hipertensão. Para o bebê, favorece o desenvolvimento cerebral e da retina.
Dose certa: de 1 a 2 colheres (sopa) por dia, triturada no liquidificador.

5. Batata-doce
A batata-doce fornece vitamina A, que ajuda no desenvolvimento celular do feto, assim como no seu crescimento ósseo e dentário. Também protege a visão e reforça o sistema imunológico da mãe e do bebê.
Dose certa: 1 unidade pequena ao dia, cozida ou assada.

6. Laranja
Rica em vitamina C, tem ação antioxidante, aumenta a imunidade e previne contra gripes e doenças infecciosas. Ingeri-la com o bagaço também fornece fibras, que auxiliam no funcionamento intestinal e aumentam a sensação de saciedade.
Dose certa: 1 copo de suco sem açúcar nem aditivos ou 1 fruta com o bagaço, diariamente.

7. Quinua
Esse cereal é ideal para grávidas, pois reúne fibras, proteínas, minerais e vitaminas, como a B6, que melhora o sono e previne a depressão pós-parto.
Dose certa: de 1 a 2 colheres (sopa) de farelo de quinua diariamente

8. Feijão
É uma importante fonte de ferro, essencial para a formação da placenta e dos tecidos e músculos do bebê. Também contém fibras solúveis, que se transformam em um gel no estômago, prolongando a sensação de saciedade. Contribui ainda para reduzir os níveis de colesterol e de açúcar no sangue.
Dose certa: 1 concha média pelo menos uma vez ao dia

9. Carne bovina magra
Proteínas e vitaminas são indispensáveis para a formação dos tecidos maternos e fetais. A carne também contém vitamina B12, que favorece o desenvolvimento cognitivo do bebê. A carência causa fadiga, perda de memória e fraqueza muscular na mãe.
Dose certa: 1 porção de 100 gramas de três a quatro vezes por semana, grelhada, cozida ou assada.

10. Brócolis
Contém ácido fólico, um derivado da vitamina B que é sinônimo de proteção na gravidez. Ele favorece o desenvolvimento neurológico do bebê, evitando malformações na medula e no cérebro. Para a mulher, combate formas de anemia, doenças cardiovasculares e alterações psíquicas.
Dose certa: 1 prato de sobremesa diariamente, cozido no vapor, em salada ou refogado.